Kaizen, Kaikaku, Kakushin e a melhoria contínua

Kaizen Kaikaku Kaishin
14 de maio de 2020
Última modificação: 14 de maio de 2020

Autor: Guilherme Mendes
Categorias: Ferramentas da Qualidade, Lean

3 K’s: Kaizen, Kaikaku e Kakushin

A implementação Lean nas empresas traz consigo a necessidade de utilização de diferentes metodologias e ferramentas adequadas às situações enfrentadas pela empresa em questão. Elas fornecem etapas acionáveis ​​para alterar o pensamento e os processos da sua organização. Kaizen, Kaikaku e Kakushin são três dessas metodologias relacionadas às melhorias dentro de um negócio ao implementar processos Lean.

Em geral, o Kaizen é o primeiro conceito que orienta o conceito da melhoria contínua, porém quanto mais você se aprofunda no Lean, outros conceitos vão surgindo, como é o caso de kaikaku e kakushin que, apesar de serem métodos muito semelhantes ao conhecido kaizen, existem diferenças na maneira como eles funcionam e como são implementados. Primeiro, vamos entender o que os três são.

Kaizen

Em uma tradução literal do japonês o termo Kai significa “mudança”, e Zen significa “para melhor”. O Kaizen é mais do que apenas uma metodologia para melhoria contínua. Não é uma ferramenta específica ou um conjunto de ferramentas para melhorar a qualidade. Kaizen é uma jornada e não um destino. O objetivo é melhorar a produtividade, reduzir o desperdício, eliminar o trabalho duro desnecessário e humanizar o local de trabalho. O Kaizen é eficaz na identificação dos três tipos básicos de resíduos: Muda (resíduos), Mura (sobrecarga) e Muri (irregularidades). Diz respeito a melhoria contínua, incremental e de ação envolvendo a minimização de riscos e buscando resultados efetivos.

Como este é um conceito que já foi abordado em outras postagens aqui no nosso blog, daremos enfoque aos outros menos conhecidos. Se você ainda não conhece o Kaizen e seus desdobramentos sugerimos os seguintes conteúdos:

Kaizen: o que é e como aplicar?
Como surgiu 0 conceito Kaizen no Lean?
Kaizen: Melhoria contínua de manufatura enxuta

Kaikaku = mudança + radical = reforma/grande melhoria

A implementação Lean exige mudanças necessárias e, muitas vezes, essa mudança pode ser mais radical do que se imagina e é aí que entra o conceito de Kaikaku. Em contraste com o Kaizen, o Kaikaku é um método revolucionário para aqueles momentos que exigem grandes mudanças. Geralmente está associado a um problema que requer uma mudança imediata e mais eficaz, geralmente para um projeto maior. Este processo compreende desde a instalação de um software, como por exemplo um ERP (Enterprise Resources Planning) que terá um grande impacto nos processos dentro de uma organização, reduzindo rapidamente o desperdício nas etapas às quais está associado. Os resultados são mais imediatos, mas o risco é muito maior que o Kaizen.

10 Mandamentos de Kaikaku

Usar Kaikaku é como provocar uma explosão no local de trabalho. É revolucionário. Rompe paradigmas existentes. Seu foco é obter melhorias radicais em um curto período de tempo. Um bom lugar para começar a entender Kaikaku é com os Dez Comandos de Kaikaku de Hiroyuki Hirano. Eles são:

  1. Jogue fora o conceito tradicional de métodos de fabricação;
  2. Pense em como o novo método funcionará; não como isso não vai funcionar;
  3. Não aceite desculpas;
  4. Negue totalmente o status quo, esteja pronto para começar de novo;
  5. Não procure a perfeição. Uma taxa de implementação de 50% é boa, desde que seja feita no local;
  6. Corrija os erros no momento em que são encontrados;
  7. Não gaste dinheiro em Kaikaku;
  8. Problemas dão a você a chance de usar seu cérebro;
  9. Pergunte o porquê cinco vezes;
  10. As ideias de dez pessoas são melhores do que o conhecimento de uma pessoa.

Kaikaku não conhece limites. A maioria desses mandamentos faz sentido apenas pela leitura deles, mas e o oitavo mandamento. O que significa “Pergunte por que cinco vezes”?

Cinco porquês

Os “cinco porquês” são uma técnica simples para chegar à causa raiz de um problema. Envolve perguntar “por que” até que a pergunta não possa mais ser feita e a resposta seja encontrada. Normalmente, isso envolve perguntar “por que” cinco vezes, mas esse número pode variar.

Não gaste dinheiro

Kaikaku não se trata de comprar muitas máquinas e equipamentos novos e de alta tecnologia. Kaikaku é sobre uma nova maneira de pensar e uma nova maneira de fazer as coisas. Por exemplo, ao redesenhar um produto, uma etapa do processo de fabricação pode ser eliminada. O que é importante são os resultados e, em muitos casos, os mesmos resultados podem ser alcançados com custos modestos que serão alcançados com a substituição de equipamentos por todas as novas máquinas de alta tecnologia.

O ponto é que as boas idéias agregam mais valor do que gastar muito dinheiro.

Comunicação visual

Kaikaku significa mudança – em muitos casos, mudança radical. Para os responsáveis ​​pela fabricação do produto, isso significa mudar hábitos antigos e se adaptar a novas situações. Também pode significar riscos novos ou diferentes no local de trabalho. Ter sinais e etiquetas de aviso apropriados e colocá-los no lugar quando necessário são críticos. A mudança conduzida por Kaikaku pode ser rápida e ter que esperar pela chegada de novos sinais de segurança é um obstáculo desnecessário.

Kakushin = novo + transformação = inovação/renovação

O conceito de Kakushin é reformar e transformar a organização da posição atual para um estado futuro desejado em um processo de mudança de modelo de negócios e aprendizado de novas formas de pensar e transformar cultural (atitude e comportamento).

Abordagem orientada a valor

Kakushin é uma abordagem de cima para baixo. Os líderes podem adotar uma abordagem reativa para analisar os pontos problemáticos ou uma abordagem proativa. Essa abordagem visa aumentar a produtividade, aumentar os lucros, aumentar a satisfação do cliente, aumentar a qualidade etc.

Melhoria de processos

Atividades de ponta a ponta para agregar valor devem ser consideradas. Melhorar as coisas apenas para melhorar não é desejado. A melhoria deve estar alinhada com os direcionamentos.

Devem ser adotadas ferramentas enxutas, como mapeamento do fluxo de valor, PDCA (planejar-fazer-verificar-agir), Kanban, A3 e outras. Resíduos não essenciais e sem valor agregado devem ser eliminados.

Melhoria de capacidade

As pessoas/funcionários de uma organização são muito importantes para o sucesso da transformação enxuta. O sucesso organizacional não é possível se não ajudarmos as capacidades das pessoas. O desenvolvimento de capacidade deve fazer parte da estratégia de transformação Lean.

Sistema de Liderança e Gestão Responsável

Em uma organização enxuta, todos os funcionários devem ter um pensamento de liderança. O sistema de gerenciamento ajuda os líderes a serem orientados por dados e a não agir por intuição. O líder Lean deve, eventualmente, ajudar as equipes a serem independentes e auto-organizadas, a longo prazo, para ajudar a organização a escalar e se transformar com o mínimo de recursos e esforços.

Para se desenvolver em Liderança na metodologia Lean, conheça o curso de Liderança Lean – Gemba Walking FM2S.

Embora seja fácil dizer, este é um dos mais difíceis de realizar.

O pensamento enxuto é uma filosofia no modo de trabalhar, ancorando a maneira como as pessoas pensam e agem. Kaikaku e Kakushin são métodos que conduzem as formas de como cada mudança é feita. Os valores são demonstrados pelos líderes através de mudanças reais no comportamento da alta gestão e das equipes de trabalho.

Concluindo, iniciar transformações Kaikaku e Kakushin requer planejamento estratégico e liderança do topo da hierarquia organizacional. Um roteiro abrangente sobre a abordagem e uma abordagem de melhoria contínua como o Kaizen devem ser adotados. Atentar-se aos métodos também é importante para que não dar oportunidade às chances de falha.

Aproveite para se desenvolver, tornando um especialista Lean FM2S. Acesse nossa plataforma EAD e confira nossos cursos.

Pra você que não sabe por onde começar, conheça gratuitamente o nosso curso de Introdução ao Lean.

Deixe seu comentário

um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *